• Kátia Boroni

Reintrodução de Falcões na Arábia Saudita



Clube de Falcoaria da Arábia Saudita apresenta programa para reintroduzir falcões em seus habitats naturais.


11 de Fevereiro de 2021.

Kátia Boroni I MTB: 002.0435/MG

Matéria baseada no original de Saudi Gazzete, de 24 de janeiro de 2021


O Clube de Falcoaria da Arábia Saudita (Saudi Falcons Club - SFC) visa preservar a rica herança e tradições associadas à falcoaria, e promover programas de conscientização para conservar e proteger os falcões, a fim de garantir que a falcoaria continue a ser um hobby vivo e próspero praticado pelas gerações futuras.


A falcoaria é um legado cultural do Reino da Arábia Saudita. Os sauditas sempre foram apaixonados pela Arte da Falcoaria. Para eles, a falcoaria é mais do que um legado; é uma herança cultural profundamente enraizada que é passada de geração em geração, que remonta a cerca de 9.000 anos. É uma arte amplamente praticada em toda a Arábia Saudita por falcoeiros comprometidos a seguirem um código estrito de regras que são a essência da prática da falcoaria.


Para destacar a importância desta parte crucial do patrimônio cultural saudita, o Clube de Falcoaria da Arábia Saudita “Saudi Falcons Club” (SFC) foi fundado em 2017, com o Príncipe Herdeiro Muhammad Bin Salman como supervisor geral e o Príncipe Abdulaziz Bin Saud Bin Naif como presidente do conselho de administração.


A Liderança Saudita também tem feito grandes esforços para conservar e promover este legado, além de garantir sua sustentabilidade como hobby e também proteger as diferentes espécies de falcões.


O SFC visa preservar a rica herança e tradições associadas à falcoaria e promover programas de conscientização para conservar e proteger os falcões, garantindo assim que a falcoaria continue a ser um hobby vivo e próspero praticado pelas futuras gerações.

Em novembro de 2020, o SFC lançou a primeira fase de seu programa 'Hadad', que visa reintroduzir falcões em seus habitats naturais, preservar espécies e populações de falcões e também aumentar o papel de liderança do Reino em alcançar a sustentabilidade ambiental e proteger a vida selvagem, como parte da Saudi Vision 2030.


Apoiado pelo Príncipe Herdeiro Muhammad, o programa incentiva os proprietários de falcões a colaborarem com o SFC para que esses falcões possam ser devolvidos aos seus habitats selvagens na esperança de restaurar suas populações.


Antes de soltar os falcões em seus habitats naturais, o SFC realiza um exame médico e uma reabilitação física destinada a avaliar a aptidão dos falcões antes de sua soltura. O programa também monitora seus movimentos, sobrevivência e comportamentos pós-soltura para informar planos futuros de reintrodução.


O programa se concentra na reintrodução dos falcões aos seus habitats naturais dentro da Arábia Saudita, tais como as espécies Barbary Falcon (Falco peregrinus pelegrinoides) e Falcão Lanário (Falco biarmicus). Além disso, falcões migratórios que estão na Arábia Saudita, incluindo o Falcão Sacre (Falco cherrug) e o Falcão Peregrino (Falco peregrinus), serão reabilitados e soltos na Ásia Central em coordenação com associações internacionais de falcoaria. DF.




#diariodefalcoaria #falcoaria #falconryjournalism #periodismocetrero #arabiasaudita #hadad #saudifalconsclub #saudivision #falconrynews #noticiasdafalcoaria #falcoariamundial #falcoariaarabe #jornalista #jornalismoespecializado #falcoes #hawks #falcons #hawking #desertfalconry #saudiarabia




44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo