• Kátia Boroni

Muda das penas das corujas



Quando uma coruja nasce ela não tem penas de voo, mas é coberta por uma plumagem felpuda que a mantêm aquecida. Esta plumagem é gradualmente substituída por penas à medida que a coruja cresce. A plumagem juvenil é semelhante à do adulto, mas geralmente mais pálida e, às vezes, com marcações diferentes.


A cor de uma coruja adulta é derivada de penas maduras. Durante o curso normal da vida das corujas, essas penas sofrem danos causados ​​por abrasão, flexão e até colisões.

Como outros pássaros, as corujas substituem regularmente suas penas em um processo conhecido como muda. Isso geralmente acontece uma vez por ano, começando no período reprodutivo, após os pais criarem seus filhotes e eles deixarem o ninho. O processo leva até 3 meses, durante o qual as penas caem e são substituídas por todo o corpo em um padrão regular. A fim de minimizar o impacto da muda nas habilidades de voo e caça da coruja, esse padrão de muda apenas permite que algumas penas de voo primárias ou secundárias sejam trocadas de cada vez.





Com exceção da coruja de igreja, a muda das penas das asas é de dentro para fora. As penas das asas das suindaras são substituídas a partir do meio da asa (nas duas direções). As penas da cauda também caem aos poucos, exceto em algumas espécies menores de coruja, que perdem todas as penas da cauda de uma só vez.


Quando as aves mudam as penas, novas penas crescem para substituir as que caíram. As novas penas emergem da pele firmemente presas em uma fina haste de tecido. Estas são chamadas de “pin feathers” (penas de alfinete). O eixo se divide logo depois, permitindo que a nova pena se desenrole e cresça até o seu tamanho máximo.


A coloração das corujas de igreja também varia com o passar dos anos, e a cada muda tende a clarear o tom das penas, especialmente do peito.







Fonte: The owl pages

Fotos: Arquivo pessoal e Barn owl trust


#corujandoporai #diariodefalcoaria #corujas #mudadepenas #moulting #barnowl #corujadeigreja #tytofurcata #tytoalba

Kátia Boroni é jornalista, e escreve sobre Falcoaria, aves de rapina e

Educação ambiental para os sites Diário de Falcoaria e Corujando por aí. 

 

Kátia Boroni is a journalist, and writes about Falconry, birds of prey and environmental education for the websites Diário de Falcoaria and Corujando por aí.

Webmaster: Kátia Boroni 2015

 MTB: 002.0435/MG