• Kátia Boroni

DESENVOLVENDO A RESPOSTA AO MEDO


A resposta ao medo é desenvolvida depois que o filhote imprintou em seus pais e irmãos. Todo objeto conhecido pelo filhote será considerado familiar, da mesma forma que todos os objetos desconhecidos serão considerados ameaças. Esse comportamento ocorre, de acordo com Fox, antes que as penas comecem a aparecer. As respostas variam de acordo com o sexo, pois as fêmeas tendem a ser soturnas e se encolherem e os machos, mais ativos e vociferantes. Fox nos conta que ele já foi atacado por filhotes de cerca de dez dias de idade, enquanto checava ninhos de falcões selvagens da Nova Zelândia.


🦅Curta a página do Diário de Falcoaria e acompanhe diariamente nossos posts. Veja também no

#diariodefalcoaria#diariodeestudosdefalcoaria#estudosdefalcoaria #falcoaria#jornalismo #avesderapina#falconrystudies #falconryjournalism#falconryreporter #falconry#birdsofprey #cetrería #periodismo#periodismocetrero #avesdepresa#halcones #nickfox#understandingthebirdofprey#bookstudies #behaviour#comportamento

Kátia Boroni é jornalista, e escreve sobre Falcoaria, aves de rapina e

Educação ambiental para os sites Diário de Falcoaria e Corujando por aí. 

 

Kátia Boroni is a journalist, and writes about Falconry, birds of prey and environmental education for the websites Diário de Falcoaria and Corujando por aí.

Webmaster: Kátia Boroni 2015

 MTB: 002.0435/MG