• K√°tia Boroni

ūü¶ÖCOMPORTAMENTO HEREDIT√ĀRIO


ūü¶ÖCOMPORTAMENTO HEREDIT√ĀRIO

Continuação de Componentes de Comportamento das aves de Rapina - Segundo Nick Fox. Acompanhe diariamente aqui no Diário de Falcoaria e no www.diariodefalcoaria.com

De acordo com Nick Fox, cada ave de rapina nasce com seu pr√≥prio "programa biol√≥gico individual", um legado herdado das aves que sobreviveram por tempo suficiente para se reproduzirem. Os tr√™s componentes que interagem neste programa s√£o: instintos espec√≠ficos, impulsos biol√≥gicos e temperamentos individuais. √Č importante notar que cada ave tem uma capacidade diferente de armazenar informa√ß√Ķes em sua mem√≥ria, ent√£o algumas aves aprendem mais r√°pido do que outras devido a isso.


A ave se comporta de certas maneiras devido a esse componente gen√©tico / heredit√°rio, quando as circunst√Ęncias apropriadas surgem durante sua vida. Em cativeiro existem duas possibilidades: ou a ave nunca expressar√° esse comportamento espec√≠fico, ou pode express√°-lo de maneira diferente ou deslocada, de modo que o falcoeiro fique confuso, tentando entender a origem desse comportamento estranho.


INSTINTOS ESPEC√ćFICOS ūü¶ÖūüéĮ

Os instintos específicos centram-se principalmente no corpo estriado da ave. Cada espécie de ave de rapina tem diferenças de comportamento, temperamento, técnicas de caça, nidificação, etc. O peregrino e o açor são ambos predadores exclusivos de vertebrados, porém seu temperamento e suas abordagens à caça, corte e nidificação são diferentes entre si. O açor vê um pequeno movimento e lança-se imediatamente ao ataque, e seu cérebro processará o sinal em voo, e abortará o ataque se perceber que foi um alarme falso.


Aves que atacam em dist√Ęncias curtas tendem a viver dentro ou perto de florestas, e tem rea√ß√Ķes muito r√°pidas. Esp√©cies que atacam presas em longas dist√Ęncias vivem em ambientes abertos e tendem a premeditar seus ataques, que s√£o t√°ticos e n√£o espont√Ęneos. Esta √© uma das raz√Ķes pelas quais os falc√Ķes tendem a ter um temperamento mais equilibrado.

De acordo com Fox, o comportamento das aves é muito mais instintivo do que parece à primeira vista, pois é mais vantajoso para a ave resolver algo instintivamente do que ter que aprendê-lo. No entanto, a aprendizagem é uma ferramenta importante para o rapinante. O instinto por si só não pode preparar totalmente a ave de rapina para a grande variedade de presas que ela provavelmente encontrará, de modo que a ave tem que aprender pela experiência quais estilos de ataque são apropriados para cada tipo de presa. Habilidades de voo, capacidade de footing (patadas) e estratégias básicas de ataque, todas são baseadas no instinto, mas são melhoradas pelo aprendizado.


Há uma grande diferença de acordo com as espécies de rapinantes, em termos de instinto e aprendizado. As espécies mais especializadas têm um comportamento de caça mais governado pelo instinto. As espécies que são mais generalistas ou oportunistas têm um comportamento mais moldado através da aprendizagem. A reprodução, por outro lado, tem todos os componentes principais estereotipados ou facilmente aprendidos através do imprint, por isso é majoritariamente instintiva.


Curta e veja O Di√°rio de Estudos de Falcoaria amanh√£ para saber mais sobre os componentes do comportamento!


#diariodefalcoaria #diariodeestudosdefalcoaria #estudosdefalcoaria#falcoaria #jornalismo #avesderapina #falconrystudies #falconryjournalism#falconryreporter #falconry #birdsofprey #cetrería #periodismo#periodismocetrero #avesdepresa #halcones #nickfox#understandingthebirdofprey #bookstudies #behaviour #comportamento

13 visualiza√ß√Ķes

Webmaster: K√°tia Boroni I  MTB: 002.0435/MG

Copyright ¬© 2015-2020 - Di√°rio de Falcoaria - All rights reserved