• Kátia Boroni

Entrevista com Bob Dalton

Atualizado: Out 21


PLEASE SCROLL DOWN TO READ IN ENGLISH

POR FAVOR DESPLÁCESE HACIA ABAJO PARA LEER EN ESPAÑOL


Bob Dalton é um dos mais importantes falcoeiros do mundo, e tem mais de quarenta e cinco anos de experiência trabalhando e treinando aves de rapina. É uma grande honra para o meu blog Diário de Estudos de Falcoaria ter esta oportunidade de conversar com ele sobre a falcoaria. Muito obrigada pela entrevista.

COMO FOI O SEU PRIMEIRO CONTATO COM A FALCOARIA E PORQUE VOCÊ DECIDIU ENTRAR NESTA ARTE MILENAR?

Eu me lembro como uma jovem criança de ver um Sparrowhawk (gavião da europa – accipiter nisus) matar uma pequena ave e o poder e a velocidade do gavião causou uma impressão duradoura em mim e eu fiquei muito interessado em saber mais sobre os gaviões.

QUAIS FORAM OS SEUS PRIMEIROS PASSOS COMO INICIANTE? VOCÊ TEVE AJUDA DE ALGUÉM?

Eu peguei um livro da biblioteca, li ele várias vezes, preparei tudo em casa e depois peguei meu primeiro rapinante. Eu não conhecia ninguém que poderia me ajudar então eu fui em frente por conta própria.


QUAL FOI A SUA PRIMEIRA AVE E COMO FOI A EXPERIÊNCIA?

Minha primeira ave de rapina foi um Merlin de cabeça vermelha, passageiro macho da Índia. Ele me custou tempo demais para treinar, por causa da minha ignorância, mas no final eu consegui capturar presas com ele.

VOCÊ NÃO É APENAS UM FALCOEIRO FAMOSO, MAS TAMBÉM AUTOR DE VÁRIOS LIVROS DE FALCOARIA.



Bem Eu já escrevi quarto livros sobre falcoaria, centenas de artigos para diferentes periódicos e produzo uma revista quadrimestral chamada “The World of Falconry”, o Mundo da Falcoaria.



COMO FOI O PROCESSO DE ESCREVER O SEU PRIMEIRO LIVRO? É IMPORTANTE PARA FALCOEIROS EXPERIENTES ESCREVEREM LIVROS SOBRE A SUA EXPERIÊNCIA PESSOAL?


Não, eu não acho que seja importante. Mas todos tem um talento, seja ele escrevendo, pintando, trabalhando com madeira, etc. Um talento deve ser utilizado e não desperdiçado.


DE TODOS OS SEUS LIVROS, QUAL É O MAIS ESPECIAL?


Eu estou trabalhando em um Quinto livro no momento com um artista de vida selvagem muito famoso. Já que ele é o meu atual é ele neste momento que é especial.

QUAL A IMPORTANCIA DO ESTUDO PARA O FALCOEIRO MODERNO?

Você deve saber não apenas o quanto possível sobre a história natural das aves que você voa, mas também sobre as espécies de presa que você caça. Conhecimento é poder.


A FALCOARIA SE DESENVOLVEU MUITO AO REDOR DO MUNDO, E EVOLUIU PARA PRÁTICAS QUE NÃO ERAM FEITAS NA ERA MEDIEVAL, TAIS COMO USAR FALCOARIA PARA EDUCAÇÃO AMBIENTAL, PARA CONTROLE DE FAUNA NOS AEROPORTOS, ETC. COMO VOCÊ DEFINE A FALCOARIA?

Tudo o que foi dito acima não é falcoaria. É Controle de aves ou educação usando rapinantes, mas certamente isso não é falcoaria. Falcoaria é o esporte de caçar presas selvagens no seu ambiente natural com um gavião ou falcão treinado.



COMO VOCÊ AVALIA A EVOLUÇÃO DA FALCOARIA AO REDOR DO MUNDO?

A maioria da evolução da falcoaria é muito positiva, mas há elementos que são ambos preocupantes e uma total desgraça quando se trata de moral e ética. Roubar rapinantes da natureza, caçar fora da temporada de caça, caçar espécies ameaçadas de extinção, caça ilegal, etc etc.

QUAL SERIA O FUTURO DA FALCOARIA, EM SUA OPINIÃO?


Eu posso ver, em certos países Europeus, o esporte sendo banido por causa de umas poucas pessoas que não respeitam a lei ou sua responsabilidade ética.


VOCÊ TEM VOADO UMA GRANDE VARIEDADE DE AVES DE RAPINA. QUAIS AVES SÃO SUAS FAVORITAS? HOJE EM DIA, QUAIS AVES VOCÊ VOA?


Sem sombra de dúvidas o Peregrino é o meu falcão favorito de todos os tempos. Eu atualmente voo um macho de gyr de 7 anos, um parabuteo fêmea de 28 anos, uma fêmea de femoralis de 3 anos e um falcão peregrino de 9 anos.

AS CORUJAS NÃO SÃO BEM VISTAS NO MUNDO DA FALCOARIA POR MUITOS FALCOEIROS, JÁ QUE A MAIORIA DELAS NÃO É USADA PARA CAÇA, APENAS COMO ANIMAL DE ESTIMAÇÃO.QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE TER UMA CORUJA?

Corujas não tem nada a ver com falcoaria, porém elas ainda são aves de rapina e para a maioria do público em geral você pode ensinar mais sobre as aves de rapina usando uma coruja do que provavelmente com qualquer outro gavião ou falcão, até mesmo com uma águia magnífica. O público em geral e crianças amam corujas e portanto irão prestar mais atenção quando derem uma palestra onde uma coruja esteja presente como apoio visual.

COMEÇAR NA FALCOARIA NEM SEMPRE É FÁCIL.

Mas com a internet, e-mail, Skype, há sempre ajuda para aqueles que necessitam.

COMO UM INICIANTE DEVE COMEÇAR NA FALCOARIA?

Ache um mentor e não compre uma ave de rapina até estar verdadeiramente confortável perto delas e capaz de lidar com elas na opinião de seu mentor e não na sua.

QUAL É A MELHOR AVE PARA COMEÇAR?

Depende das suas circunstâncias, do terreno disponível para você voar a ave, as espécies de presas disponíveis e a disponibilidade de tempo que o aspirante a falcoeiro poderá devotar ao esporte diariamente.

VOCÊ JÁ ESTEVE NO BRASIL DUAS VEZES. COMO FOI A SUA EXPERIÊNCIA AQUI? COMO VOCÊ VÊ A FALCOARIA NO BRASIL ATUALMENTE?

O que eu vi foi em âmbito limitado, mas bom. Eu tinha grandes esperanças com a falcoaria no Brasil porque aqueles que eu conheci estavam muito entusiasmados com seus falcões nativos e com os voos disponíveis para eles.


VOCÊ IMPORTOU ALGUNS APLOMADOS PARA A INGLATERRA E TEM VOADOS ELES POR VOLTA DE 10 ANOS, E TAMBÉM ESCREVEU UM LIVRO SOBRE A CAÇA COM ELES. OS FALCÕES DE COLEIRA SÃO MUITO POPULARES NO BRASIL E USADOS NO CONTROLE DE FAUNA, ESPECIALMENTE NOS AEROPORTOS.

Femoralis são falcões verdadeiramente caçadores porque eles são tenazes assim como agressivos como espécie. Sim, eles são boas aves para controle de fauna, mas como eu disse antes isso não é falcoaria.

QUAL FOI O SEU PRIMEIRO CONTATO COM OS FEMORALIS?

Eu os vi serem voados no México há 20 anos agora.

QUAIS SÃO SUAS MELHORES QUALIDADES? PORQUE ESCOLHER UM FEMORALIS AO INVÉS DOS GRANDES FALCÕES COMO OS SACRES?


Eu escolhi voar Femoralis porque onde eu moro há muito terreno irregular e muita presa adequada para eles. Não havia escolha entre eles ou qualquer dos grandes falcões como os Sacres. A presa e o campo ditam a escolha das aves.


QUANDO VOCÊ IMPORTOU SEUS PRIMEIROS FEMORALIS, ELES JÁ ERAM POPULARES NA INGLATERRA? COMO FOI A RECEPÇÃO POR PARTE DOS FALCOEIROS BRITÂNICOS PARA ESTA ESPÉCIE?

Eles não são extremamente populares na Grã-Bretanha já que quase ninguém os tinha experimentado. Eles eram difíceis de serem obtidos e bem caros. São mais populares agora, mas seus números ainda são extremamente limitados. Infelizmente alguns criadores agora os hibridizam constantemente com o Gyr e com o Peregrino. Na minha opinião isso é uma coisa terrível de se fazer. Eles deveriam ser mantidos puros.

VOCÊ TAMBÉM TEM UM LIVRO SOBRE O GAVIÃO ASA DE TELHA (PARABUTEO) ESTA É A AVE MAIS IMPORTANTE DA FALCOARIA MODERNA, E ALGUNS DIZEM QUE É A AVE MAIS FÁCIL DE CAÇAR.

Nada é fácil de caçar e cada rapinante, não importa qual espécie, deve receber o mesmo cuidado e atenção. Voar um asa de telha de maneira ruim é fácil. Para tirar o melhor deles é tão difícil quanto qualquer outra ave. Para iniciantes não é a espécie ideal, mas é melhor do que outras alternativas.


ALGUMAS PESSOAS CHAMAM O PARABUTEO DE AVE DE FINAL DE SEMANA, PORQUE ALGUNS SÓ AS VOAM NO FIM DE SEMANA. QUAL A SUA OPINIÃO SOBRE ISSO?

Pessoas que apenas voam elas nos finais de semana não estão fazendo justiça nem ao gavião e nem ao esporte. Se você não pode voar ele adequadamente então não o tenha, vá com alguém e assista os seus voos ao invés disso. Você consegue imaginar a diferença do condicionamento físico entre uma ave de fim de semana e uma ave voada diariamente?

VOCÊ ESCREVEU UM LIVRO SOBRE O PARABUTEO, COMO FOI A SUA RECEPÇÃO?

O original esgotou em três meses e a reimpressão ao longo de seis meses.


MUITOS FALCOEIROS PARTICIPAM EM PROJETOS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO BRASIL E NO MUNDO. QUAL É A IMPORTANCIA DESTES PROJETOS PARA A CONSERVAÇÃO DAS AVES DE RAPINA E PARA O FUTURO DA FALCOARIA?

É vital. A conservação das aves de rapina e a falcoaria devem ir lado a lado e complementarem uma a outra.

QUAIS SÃO OS MAIORES DESAFIOS PARA UMA MULHER FALCOEIRA?

Sua própria falta de fé em suas capacidades.


VOCÊ TAMBÉM PARTICIPOU DE MUITOS EVENTOS DE FALCOARIA AO REDOR DO MUNDO. QUAL FOI A SUA MELHOR EXPERIÊNCIA ATÉ AGORA?


Provavelmente foi o Festival de falcoaria em Abu Dhabi, mas o de 2011, não o de 2014. O de 2011 foi muito superior e muito melhor atendido por Ambos os expositores e visitantes e teve lugar, em minha opinião, em um ambiente melhor.

Bob Dalton with adult Black Shaheen (Falco peregrinus peregrinator)

INTERVIEW BOB DALTON

HOW WAS YOUR FIRST CONTACT WITH FALCONRY AND WHY DID YOU DECIDE TO JOIN THIS ANCIENT ART?

I remember as a young child seeing a Sparrowhawk killing a small bird and the power and speed of the hawk made a lasting impression and I was eager to hear more about hawks.

WHICH WERE YOUR FIRST STEPS AS A BEGINNER? DID YOU HAVE HELP OF SOMEONE?

I got a book from the library, read it many times over, prepared everything at home and then got a hawk. I didn’t know anyone that could help me so I went forward on my own.

WHAT WAS YOUR FIRST BIRD AND HOW WAS THE EXPERIENCE? My first true falconry hawk was a male passage Red Headed Merlin from India. It took me far too long to train, because of my ignorance, but I did eventually catch quarry with it.

YOU ARE NOT ONLY A WELL KNOW FALCONER BUT ALSO A WRITER OF MANY FALCONRY BOOKS. Well I have written four books on falconry, hundreds of articles for different periodicals and produce a quarterly magazine called “The World of Falconry”.

HOW WAS THE PROCESS OF WRITING YOUR FIRST BOOK? IS IT IMPORTANT TO EXPERIENCED FALCONERS WRITE BOOKS ABOUT THEIR PERSONAL EXPERIENCE? No, I don’t think it’s important. But everyone has a talent whether it be writing, painting, working with wood etc. A talent should be put to use not wasted.

FROM ALL YOUR BOOKS, WHICH ONE IS THE MOST SPECIAL FOR YOU? I am working on a fifth book at the moment with a very famous wildlife artist. Because it is current this is the one that at the moment is special.

HOW IMPORTANT IS STUDYING TO THE MODERN FALCONER? You should not only know as much as possible about the natural history of the hawks you fly but also the quarry species you hunt. Knowledge is strength.

FALCONRY HAS DEVELOPED A LOT ALL OVER THE WORLD, AND HAS EVOLVED TO PRACTICES THAT WERE NOT DONE IN MEDIEVAL TIMES, SUCH AS USING FALCONRY FOR ENVIRONMENTAL EDUCATION, TO FAUNA CONTROL IN AIRPORTS, ETC. HOW DO YOU DEFINE FALCONRY?

All of the above is not falconry. It is bird control or education using hawks but it most certainly is not falconry. Falconry is the sport of catching wild quarry in its natural environment with a trained hawk or falcon.

HOW DO YOU EVALUATE THE EVOLUTION OF FALCONRY WORLDWIDE? Most of falconry evolution is very positive but there are elements that are both worrying and a total disgrace when it comes to morals and ethics. Stealing hawks from the wild, hunting out of season, hunting endangered species, poaching etc etc.

WHAT WOULD BE THE FUTURE OF FALCONRY, IN YOUR OPINION? I can see, in certain European countries, the sport being banned because of a handful of people taking no regard to the law or their ethical responsibility.

YOU HAVE FLOWN A LARGE VARIETY OF BIRDS OF PREY. WHICH BIRDS ARE YOUR FAVORITES?NOWADAYS, WHICH BIRDS DO YOU FLY?

Without a shadow of a doubt the Peregrine is my all time favourite falcon. I currently fly a 7 year old male Gyr. A 28 year old female Harris Hawk. A 3 year old female Aplomado Falcon and a 9 year old Peregrine Falcon.

OWLS ARE NOT WELL SEEING IN FALCONRY WORLD BY A LOT OF FALCONERS, AS MOST OF THEM ARE NOT USED FOR HUNTING, JUST AS A PET. WHAT´S YOUR OPINION ABOUT OWNING AN OWL?

Owls have nothing what so ever to do with falconry, however they are still birds of prey and to most of the general public you can teach more about birds of prey by using an Owl than probably any other hawk or falcon, even a magnificent eagle. General public and children love owls and will therefore pay attention when being given a talk where an owl is the visual aid.

STARTING IN FALCONRY IT´S NOT ALWAYS EASY.

But with the internet, e-mail, skype etc there is always help on hand for those that want it.

HOW DOES A BEGINNER SHOULD START IN FALCONRY? Find a mentor and not get a hawk until truly at home around them and capable of handling them un supervised in the opinion of their mentor not themselves.

WHICH IS THE BEST BIRD TO START WITH? Depends on your circumstances, the land you have available to fly over, the quarry species available and the time the would be falconer can devote to the sport on a daily basis.

YOU HAVE ALREADY COME TO BRAZIL TWO TIMES. HOW WAS YOUR EXPERIENCE HERE? HOW DO YOU SEE FALCONRY IN BRAZIL NOWADAYS? What I saw was limited in scope but good. I had very high hopes for falconry in Brazil because those I met were enthusiastic about their native hawks and flights available to them.

YOU IMPORTED SOME APLOMADOS TO BRITAN AND HAVE BEEN FLYING THEM FOR AROUND TEN YEARS NOW, AND HAVE ALSO WRITTEN A BOOK ON HUNTING THEM. APLOMADO FALCONS ARE VERY POPULAR IN BRAZIL AND USED IN FAUNA CONTROL, ESPECIALLY IN AIRPORTS.

Aplomado’s are true hunting falcons because they are tenacious as well as aggressive as a species. Yes they are good for bird control work, but as I said earlier that is not falconry.

HOW WAS YOUR FIRST CONTACT WITH THE APLOMADOS?

I first saw them flown in Mexico some 20 years ago now.

WHAT ARE THEIR BEST QUALITIES? WHY CHOOSING AN APLOMADO INSTEAD OF THE BIG FALCONS SUCH AS SAKERS?

I chose to fly Aplomados because where I live there is a lot of broken country and plenty of suitable quarry for them. There was no choice between them and any of the big falcons like Sakers. The quarry and countryside dictated their choice.

WHEN YOU IMPORTED YOUR FIRST APLOMADOS, WERE THEY ALREADY POPULAR IN BRITAN? HOW WAS THE RECEPTION OF BRITISH FALCONERS TO THIS SPECIE?

They are not overly popular in Britain as hardly anyone had tried them. They were difficult to obtain and quite expensive. They are more popular now but still their numbers are extremely limited. Unfortunately a few breeders now hybridize Aplomado’s with Gyr and Peregrine. In my mind this is a truly dreadful thing to do. They should be left pure.


YOU ALSO HAVE A BOOK ABOUT HARRIS HAWK. THIS IS THE MOST IMPORTANT BIRD OF MODERN FALCONRY, AND SOME SAY THE EASIEST ONE TO HUNT WITH.

Nothing is easy to hunt with and every hawk, no matter what species, should be given the same care and attention. To fly one Harris badly is easy. To get the best out of them is as hard as with any other hawk. For a beginner is not the ideal but better than some alternatives.

SOME FALCONERS CALL A HARRIS HAWK AS A WEEKEND BIRD, BECAUSE SOME PEOPLE ONLY FLY THEM ON WEEKENDS. WHAT´S YOUR OPINION ABOUT IT? People who only fly them at weekends are not doing the hawk or the sport justice. If you can’t fly it properly don’t have it. Go with someone else and watch theirs fly instead. Can you imagine how fit a weekend hawk would be compared to one that is flown daily.

YOU WROTE A BOOK ABOUT HARRIS, HOW WAS THE RECEPTION OF THIS BOOK?

The original sold out in three months and the reprint within six months.

MANY FALCONERS PARTICIPATE IN ENVIRONMENTAL EDUCATIONAL PROJECTS IN BRAZIL AND IN THE WORLD. WHAT IS THE IMPORTANCE OF THESE PROJECTS FOR THE CONSERVATION OF THE BIRDS OF PREY AND FOR THE FUTURE OF FALCONRY? Vital. Conservation of birds of prey and falconry should go hand in hand and complement each other.

WHAT ARE THE BIGGEST CHALLENGES FOR A WOMAN FALCONER?

Their own lack of belief in their capabilities.

YOU HAVE ALSO PARTICIPATED IN FALCONRY EVENTS ALL OVER THE WORLD. WHAT HAS BEEN YOUR BEST EXPERIENCE SO FAR? Probably the Falconry Festival in Abu Dhabi, but the one in 2011 not 2014. The one in 2011 was far superior and much better attended by both exhibitors and visitors and took place, in my opinion, in a better surrounding.

ENTREVISTA BOB DALTON

¿CUAL FUE TU PRIMER CONTACTO CON LA CETRERÍA Y PORQUE HA DECIDIDO INGRESAR EN ESTE ARTE TAN ANTIGUO? Yo me acuerdo cuando era un niño muy joven de ver a un gavilán común matar a un ave pequeño y el poder y la velocidad del gavilán me causó una impresión duradera y yo me quedé muy interesado en saber más acerca de los gavilanes.

¿CUALES FUERON TUS PRIMEROS PASOS COMO INICIANTE? USTED TUVO LA AYUDA DE ALGUIEN?

Yo busqué un libro en la biblioteca, lo leí muchas veces, arreglé todo en mi casa y después obtuve mi primera ave de presa. Yo no conocía a nadie que podría ayudarme, entonces yo seguí por mi cuenta.

¿CUÁL FUE TU PRIMER AVE Y CÓMO FUE LA EXPERIENCIA?

Mi primer ave de cetrería fue un Halcón de cuello rojo pasajero macho. Él me costó demasiado tiempo para entrenarlo, debido a mi ignorancia, pero al fin yo conseguí capturar presas con él

USTED NO ES SOLAMENTE UN CETRERO PERO TAMBIÉN UN AUTOR DE VARIOS LIBROS DE CETRERÍA. Bien, yo ya he escrito cuatro libros de cetrería, centenas de artículos para distintos periódicos y produzco una revista cuatrimestral llamada “The World of Falconry”, el mundo de la cetrería.

¿CÓMO FUE EL PROCESO DE ESCRITA DE SU PRIMER LIBRO? ¿ES IMPORTANTE PARA LOS CETREROS EXPERTOS ESCRIBAN LIBROS ACERCA DE SU EXPERIENCIA PERSONAL? No, yo no creo que sea importante. Pero todos tienen un talento sea escribiendo, pintando o trabajando con la madera, etc. Un talento debe de ser usado, no desperdiciado.

DE TODOS SUS LIBROS CUÁL ES EL MÁS ESPECIAL? Yo estoy trabajando en un quinto libro en este momento con un artista de vida salvaje muy famoso. Ya que él es el actual libro es este el más especial en este momento.

CUAL ES LA IMPORTANCIA DE LOS ESTUDIOS PARA EL CETRERO MODERNO? Usted debe conocer no solamente lo cuanto sea posible acerca de la historia de las aves rapaces que usted vuela pero también acerca de las especies de presas que caza. Conocimiento es poder.

LA CETRERÍA SE DESARROLLÓ MUCHO EN TODO EL MUNDO, Y HA EVOLUCIONADO PARA PRÁCTICAS QUE NO ERAN HECHAS EN LA ERA MEDIEVAL, COMO USAR LA CETRERÍA PARA LA EDUCACIÓN AMBIENTAL, PARA EL CONTROL DE FAUNA EN LOS AEROPUERTOS, ETC. ¿CÓMO USTED DEFINE LA CETRERÍA?

Todo lo que fue dicho arriba no es cetrería. Es controle de aves o educación ambiental usando aves de presa, pero seguramente no es cetrería. La Cetrería es el deporte de cazar presas salvajes en su ambiente natural con un gavilán o halcón entrenado.

CÓMO USTED VALORA LA EVOLUCIÓN DE LA CETRERÍA EN TODO EL MUNDO? La mayoría de la evolución es muy positiva pero hay elementos que son ambos preocupantes y una total desgracia cuando se trata de la moral y la ética. Robar aves de presa de la naturaleza, cazar fuera de la temporada de caza, cazar especies amenazadas, la caza ilegal, etc.

CUAL SERIA EL FUTURO DE LA CETRERIA EN SU OPINIÓN? Yo puedo ver, en algunos países de Europa, el deporte siendo desterrado por causa de unas pocas personas que no respectan la ley o su responsabilidad ética.

USTED HAS VOLADO UMA GRAN VARIEDAD DE AVES DE PRESA. CUALES AVES SON SUS FAVORITAS? HOY EN DÍA, CUALES AVES USTED VUELA?

Sin duda alguna el halcón peregrino es mi halcón favorito de todo los tempos. Hoy en día yo vuelo un torzuelo de gyr de 7 años, una prima de Aguilla de Harris de 28 años, una prima de 3 años de halcón aplomado y un halcón peregrino de 9 años.

LOS BUHÓS NO SON BIEN VISTOS EN EL MUNDO DE LA CETRERÍA POR MUCHOS CETREROS YA QUE LA MAYORÍA DE ELLOS NO SON UTILIZADOS EN LA CAZA, SOLAMENTE COMO ANIMALES DE ESTIMACIÓN. CUAL ES SU OPINIÓN ACERCA LA POSE DE UN BÚHO?

Los búhos no tienen nada que ver con la cetrería, pero ellas todavía son aves de presa y para la mayoría del público general usted puede enseñar mucho más acerca de las aves de presa usando un búho do que probablemente con cualquier otro gavilán o halcón, mismo con una águila magnifica. El público general y los niños aman a los búhos e irán prestar mucha más atención a una ponencia cuando un búho esté presente como apoyo visual.

EMPEZAR EN LA CETRERÍA NI SIEMPRE ES FÁCIL. Pero con la internet, e-mail, skype etc hay siempre ayuda para aquellos que la necesitan.

CÓMO UM INICIANTE DEBE EMPEZAR EN LA CETRERÍA? Encuentra un mentor y no compre un ave rapaz hasta que este verdaderamente confortable cerca de ellas y capaz de manejarlas, según la opinión de su mentor, no en la suya.

CUÁL ES LA MEJOR AVE PARA EMPEZAR? Depende de sus circunstancias, del terreno disponible para volar el ave, las especies de presas disponibles y la disponibilidad de tiempo que el futuro cetrero podrá dedicar al deporte diariamente.

USTED YA HA ESTADO EN BRASIL DOS VECES. CÓMO FUE SU EXPERIENCIA AQUÍ? CÓMO USTED VALORA LA CETRERÍA EN BRASIL EN ESTE MOMENTO.

Lo que vi fue limitado en su alcance, pero bueno. Yo tenía muchas esperanzas para la cetrería en Brasil porque los que yo conocí estaban muy entusiasmados con sus aves nativas y los vuelos disponibles para ellas.


USTED IMPORTO ALGUNOS HALCONES APLOMADOS PARA INGLATERRA Y LOS HA VOLADO AL REDEDOR DE 10 AÑOS, Y TAMBIÉN HA ESCRITO UN LIBRO ACERCA DE LA CAZA CON ELLOS. LOS APLOMADOS SON MUY POPULARES EN BRASIL Y USADOS EN EL CONTROL DE FAUNA, ESPECIALMENTE EN LOS AEROPUERTOS.

Aplomados son halcones verdaderos cazadores porque ellos son tenaces y agresivos como especie. Sí que son buenos para el trabajo de control de aves, pero como he dicho antes eso no es cetrería.

CUÁL FUE SU PRIMER CONTACTO CON LOS APLOMADOS?

La primera vez que los vi volando fue en México hace unos 20 años ahora.

PORQUE ELEGIR UM APLOMADO A LA VEZ DE LOS GRANDES HALCONES COMO LOS SACRES?

Yo elegí volar aplomados porque donde yo vivo hay un montón de terreno irregular y un montón de presas para ellos. No había como elegir entre ellos o entre cualquier uno de los grandes halcones como los sacres. La presa y el campo dictan la elección de ellas.

¿CUÁNDO USTED IMPORTÓ SUS PRIMEROS APLOMADOS, ELLOS YA ERA POPULARES EN INGLATERRA? CÓMO FUE LA RECEPCIÓN DE LOS HALCONEROS BRITÁNICOS A ESTA ESPECIE?

Ellos no son excesivamente populares en Gran Bretaña ya que casi nadie los había usado. Eran difíciles de obtener y bastante caros. Son más populares ahora, pero todavía sus números son extremamente limitados. Desafortunadamente algunos criadores ahora hibridan los aplomados con Gyr y Peregrino. Para mí esto es una cosa verdaderamente terrible de hacer. Ellos deberían quedarse puros.

USTED TAMBIÉN TIENE UM LIBRO ACERCA DE LA AGUILLA DE HARRIS, Y MUCHOS DICEN QUE ES EL AVE MAS FACIL DE SE CAZAR.

Nada es fácil de cazar y cada ave de presa, no importa cuál es la especie, debe recibir el mismo cuidado y atención. Volar un parabuteo de manera mala es fácil. Para sacar lo mejor de ellos es tan difícil cuanto con cualquier otra ave. Para iniciantes no es la ideal, pero es mejor que otras alternativas.

ALGUNAS PERSONAS LLAMAN LA AGUILLA DE HARRIS COMO UMA AVE DE FIN DE SEMANA, POR QUE SÓLO VUELAN EN LOS FINES DE SEMANA. ¿CUÁL ES SU OPINIÓN ACERCA DE ESO? Personas que solamente vuelan ellas los fines de semana no están haciendo justicia ni al gavilán y ni al deporte. Si usted no puede volarlo adecuadamente no lo tenga. Acompañe alguien al campo y vea sus vuelos. ¿Usted consigue imaginar la diferencia en el condicionamiento físico entre un ave de fin de semana y un ave volada diariamente?

USTED ESCRIBIÓ UM LIBRO ACERCA DE LA AGUILLA DE HARRIS, CÓMO FUE SU RECEPCIÓN?

El original se agotó en tres meses y la reimpresión en un plazo de seis meses.


MUCHOS CETREROS PARTICIPAN EM PROYECTOS DE EDUCACIÓN AMBIENTAL EM BRASIL Y EN TODO EL MUNDO. CUAL ES LA IMPORTANCIA DE ESTOS PROYECTOS PARA LA CONSERVACIÓN DE LAS AVES DE PRESA Y PARA EL FUTURO DE LA CETRERÍA?

Es vital, la conservación de las aves de presa y la cetrería deben ir de la mano y se complementaren.

CUALES SON LOS MAYORES RETOS PARA UMA MUJER CETRERA?

Su propia falta de fe en sus capacidades.

USTED TAMBIÉN HÁ PARTICIPADO EN EVENTOS DE CETRERÍA EN TODO EL MUNDO. ¿CUÁL HÁ SIDO LA MEJOR EXPERIENCIA HASTA AHORA? Probablemente el Festival de Cetrería en Abu Dhabi, pero el de 2011, y no el de 2014. El de 2011 fue muy superior y mucho mejor la asistencia de expositores y visitantes y tuvo lugar, en mi opinión, en un mejor entorno.


#entrevistas #diariodefalcoaria #Bobdalton #falconryjournal #falconryjournalism #jornalismofalcoeiro #falcoaria

Webmaster: Kátia Boroni I  MTB: 002.0435/MG

Copyright © 2015-2020 - Diário de Falcoaria - All rights reserved